22º Fepac 2024 abre inscrições, homenageia o maestro Eduardo Lakschevitz e traz regente da Universidade de Syracuse (USA)

Company Logo

Inscrições para o 22º Festival Paraibano de Coros – FEPAC 2024, evento de caráter internacional, já estão abertas desde o dia 01 de abril até o dia 30 de julho, sem prorrogação. Para melhores informações acessem o site: www.festivalparaibanodecoros.com e entrem no link do Regulamento e depois no das Inscrições. O evento ocorre de 18 a 24 de novembro na Sala de Concertos Maestro José Siqueira da Fundação Espaço Cultural – Funesc, em João Pessoa (PB). Este ano, o festival vai homenagear o maestro Eduardo Lakschevitz (UNIRIO), e traz regente convidado, o maestro e professor da Universidade de Syracuse ( Nova York – USA), John Warren.

O coordenador do Fepac, maestro Eduardo Nóbrega explicou que antes do grupo fazer sua inscrição é necessário ler o regulamento, lá constam informações para conclusão da inscrição. “É importante que ao se inscreverem, os grupos fiquem atentos a todas as informações que constam no regulamento para que não haja nenhuma dúvida, e este ano o festival vai homenagear o maestro Eduardo Lakschevitz pelo importante apoio que vem dando ao festival ao longo desses anos” acrescentou o coordenador.

De acordo com Nóbrega, o maestro Eduardo Lakschevitz desde a primeira vez que veio como coordenador da Funarte, em 2007, ficou fascinado com a proposta do Fepac e passou a participar frequentemente do evento, tanto como regente, quanto como palestrante. Além de trabalhar junto, Lakschevitz continua dando suporte e propagando o evento para várias partes do Brasil e do exterior. Ele também foi a ponte para formação de um convênio firmado, em 2018, entre a Universidade Federal da Paraíba e a Universidade de Syracuse onde contou com a presença dos professores/doutores daquela instituição de ensino, Elisa Dekaney e Dean Tick. A partir de então, o Fepac passou a receber renomados maestros e professores internacionais para conhecerem de perto o movimento do canto coral na Paraíba, a exemplo de Tony Guznám (2018), Peppie Calvar (2022), Wendy Moy (2017 e 2023), além do então vice-presidente da Federação Latino Americana de Canto Coral, Cristian Grases (2019). ”Eles ficaram encantados com nossa diversidade e realidade”, finalizou Nóbrega informando também que para este ano já está sendo articulada a vinda do professor e maestro daquela instituição americana, Jonh Warren.

O Fepac este ano conta com apoio institucional da Universidade Federal da Paraíba – UFPB e do governo do Estado.

Quem é Eduardo Lakschevitz:

Professor do Instituto Villa-Lobos da UNIRIO, onde leciona nos cursos de Graduação e no Programa de Mestrado Profissional em Ensino das Práticas Musicais (PROEMUS). Iniciou sua atividade como compositor a partir da necessidade de construção e adaptação de repertório coral, ao longo de três décadas de trabalho como regente de coros escolares, universitários, religiosos e comunitários. Dedica-se à composição de peças para coros de todas as idades, em diversas formações. Seus arranjos e composições corais têm sido gravados por grupos no Brasil, Estados Unidos, Venezuela, Eslovênia e México. E vêm sendo publicados pelas editoras Rioarte, Oficina Coral, Alliance Music, Colla-Voce, Carus Verlag e Carl Fischer.








NOTA DE PESAR:

Company Logo

É com muita tristeza que comunicamos o falecimento do Maestro Tom K, ocorrido nesta segunda-feira em João Pessoa/PB.

O maestro Tom k é natural de Recife (PE), mas chegou em João Pessoa (PB) em 1966, com apenas 13 anos e foi na Capital paraibana que estudou música, se dedicando a profissão até se aposentar como professor/mestre em 2017, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde no Departamento de Educação Musical lecionou as disciplinas, Regência, Violão, Linguagem e Estruturação Musical, História da Música, Contraponto Harmonia e Análise . “Conheci Tom k ainda adolescente e juntos cantamos no Madrigal regido por Pedro Santos, nosso grande incentivador, fomos professores no mesmo departamento na UFPB e por muito tempo trabalhamos juntos no Coral Gazzi de Sá da UFPB”, relatou o coordenador do Fepac, maestro Eduardo Nóbrega.

Durante a sua trajetória Tom k também regeu o Coro Sinfônico da Paraíba por mais de 15 anos; fundador do Coro de Câmara Villa Lobos onde foi regente por 10 anos; regeu o Madrigal Paraíba também por 10 anos; foi maestro do Coral da Associação dos Aposentados da Caixa Econômica Federal (Coral APCEF/PB) por 35 anos, além de membro fundador do Laboratório de Composição da UFPB (COMPOMUS).

O FEPAC se solidariza com os familiares e amigos, e deixa aqui seu profundo carinho ao maestro Tom K.

O velório acontecerá a partir das 8h na Mortuária São João Batista, e o sepultamento no cemitério Boa Sentença, entre 16h e 17h desta segunda-feira, dia 02/10/2023.








Maestro Tom K é o homenageado do Fepac 2023

Company Logo

O 21º Festival Paraibano de Coros – Fepac 2023 vai homenagear um dos maiores maestros do canto coral paraibano, Antônio Carlos Batista Pinto Coelho, conhecido na área musical por Tom K. O Fepac ocorre de 06 a 12 de novembro do corrente ano, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira – Funesc, em João Pessoa - Paraíba.

O maestro Tom k é natural de Recife (PE), mas chegou em João Pessoa (PB) em 1966, com apenas 13 anos e foi na Capital paraibana que estudou música, se dedicando a profissão até se aposentar como professor/mestre em 2007, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde no Departamento de Educação Musical lecionou as disciplinas, Regência, Violão, Linguagem e Estruturação Musical, História da Música, Contraponto Harmonia e Análise . “Conheci Tom k ainda adolescente e juntos cantamos no Madrigal regido por Pedro Santos, nosso grande incentivador, fomos professores no mesmo departamento na UFPB e por muito tempo trabalhamos juntos no Coral Gazzi de Sá da UFPB”, relatou o coordenador do Fepac, maestro Eduardo Nóbrega.

Nóbrega acrescentou ainda que Tom k tem uma trajetória linda, dedicou a maior parte da sua vida ao canto coral, e na sua bagagem conta com mais 150 arranjos para coro que são cantados por corais de todo Brasil, em especial no Fepac, além disso é autor de três livros de composições para coro publicados pela UFPB. “Portanto nada mais justo essa homenagem, principalmente em vida, para que ele possa ver o quanto foi e será importante para o canto coral paraibano,” finalizou.

Para Tom k receber essa homenagem em vida é muito gratificante. “O fato de estar sendo homenageado pelo Fepac, festival mais importante do País, só me deixa orgulhoso e só tenho a agradecer aos organizadores do Fepac por esse momento, e espero de coração que seja um bom momento para todos nós amantes do canto coral”, disse.

Com um currículo bastante extenso, Tom K atualmente é aposentado como professor mestre pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB, mas não parou, se dedica ainda a compor e fazer arranjos para coro, principalmente o Coral Gazzi de Sá o qual foi diretor musical por mais de 15 anos.

Durante a sua trajetória Tom k também regeu o Coro Sinfônico da Paraíba por mais de 15 anos; fundador do Coro de Câmara Villa Lobos onde foi regente por 10 anos; regeu o Madrigal Paraíba também por 10 anos; foi maestro do Coral da Associação dos Aposentados da Caixa Econômica Federal (Coral APCEF/PB) por 35 anos, além de membro fundador do Laboratório de Composição da UFPB (COMPOMUS).

O FEPAC

A vigésima primeira edição do Festival Paraibano de Coros (Fepac) já tem data marcada. A abertura oficial ocorre no dia 06 de novembro, na Igreja São Francisco com participação de coral universitário Gazzi de Sá (UFPB), Coro Encanto (UFCG) e Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa. Já as apresentações oficiais dos coros inscritos ocorrem na Sala da Concertos José Siqueira da Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc) de 07 até 12 de novembro. O REGULAMENTO se encontra disponível no site: www.festivalparaibanodecoros.com e as inscrições ocorrem de 01 de maio até 10 de agosto do corrente ano.

Para se inscrever será necessário ler atentamente o regulamento e ficar atento aos prazos determinados pela coordenação. O Fepac é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) do Governo do Estado da Paraíba por meio da Funesc com apoio Cultural da Coteminas S/A.








FEPAC 2023 já tem data marcada

Company Logo

A vigésima primeira edição do Fetival Paraibano de Coros (Fepac) já tem data marcada. A abertura oficial ocorre no dia 06 de novembro, na Igreja São Francisco com participação de coral universitário Gazzi de Sá (UFPB), Coro Encanto (UFCG) e orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa, e as apresentações oficiais dos coros inscritos será na Sala da Concertos José Siqueira da Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc) de 07 até 12 de novembro.

O REGULAMENTO do 21º Fepac 2023 estará disponível no site www.festivalparaibanodecoros.com a partir do dia 15 de março, e as inscrições ocorrem de 01 de maio até 10 de agosto do corrente ano.

Para se inscrever será necessário ler atentamente o regulamento e ficar atento aos prazos determinados pela coordenação. O Fepac é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) do Governo do Estado da Paraíba por meio da Funesc com apoio Cultural da Coteminas S/A.







ABRACO realiza primeira convenção regional dentro do Fepac

Company Logo

A Nova Associação Brasileira de Regentes de Coros (ABRACO) realizará, em João Pessoa (PB), de 4 a 6 de novembro do corrente ano, a primeira convenção regional .

O evento ocorre durante a realização do XX Festival Paraibano de Coros - Fepac .

Com o apoio da Universidade Federal da Paraíba - UFPB, o evento tem como objetivo congregar regentes de todo o país ao longo de três dias, oportunidade na qual serão realizadas palestras, workshops e lançamento de livros e CDs.

De acordo com o presidente da ABRACO, Vladimir Silva, a culminância será a formação do Coro da ABRACO, que deverá apresentar-se na última noite do FEPAC. “Será um momento único é importante para os dois eventos” .

Já o coordenador geral do Fepac, maestro Eduardo Nóbrega afirmou que essa parceria é de suma importância para o festival. “ A convenção que se realizará dentro do festival com certeza vai contribuir para o fortalecimento da regência coral na nossa região “, finalizou.

  • Mais detalhes sobre o congresso serão anunciados em breve, no site da ABRACO, CLIQUE AQUI!



  • Maestros criam a Associação de Regentes de Coros

    Company Logo

    Fortalecer o canto coral no Estado e construir um intercâmbio entre regentes de coros é o objetivo da Associação Paraibana de Regente de Coros – APREC. A entidade foi criada em 17 de fevereiro e elegeu a diretoria, da chapa ‘Juntos somos mais fortes’.

    A APREC chega para dar um fortalecimento na classe imprimindo uma articulação mais dinâmica entre esses profissionais que atuam como regentes de coros no Estado.

    Além disso, a associação vai disponibilizar banco de partituras para os interessados, catalogando também os compositores e arranjadores do canto coral paraibano.

    Na oportunidade foram eleitos para presidente, o maestro Eduardo Nóbrega (João Pessoa); para vice-presidente, o maestro Carlos Anísio (João Pessoa); secretário-geral, maestro Lemuel Guerra (Campina Grande); direção financeira, a maestra Flaviana Gaudino (Guarabira) e direção de marketing, maestro Daniel Berg.

    De acordo com o maestro Eduardo Nóbrega, com o primeiro passo definido, começa a segunda fase do processo, agilizar a parte burocrática e dar início aos trabalhos em prol do movimento do Canto Coral paraibano. “Nossa primeira etapa é fortalecer a classe associando mais regentes e amantes do canto coral. É um processo lento que exige união para mostrar à sociedade que a atividade coral é importante na formação do individuo, elevando a autoestima e estimulando a socialização”, explicou o presidente eleito informando ainda que no último dia 10 de março houve a primeira reunião para regularização cartorial da APREC.

    Company Logo

    O vice-presidente, maestro Carlos Anísio, informou que sua maior expectativa é que o movimento, pioneiro no estado, possa se desenvolver de forma harmônica e articulada. “A APREC vai promover cursos, palestras e eventos que visem o fortalecimento da classe, além de formular ações, projetos e programas que consolidem esse movimento”.

    O secretário-geral, maestro Lemuel Guerra espera que a Aprec possa investir em pesquisa, intensificar a comunicação entre regentes e corais com a comunidade, além de contribuir para a história do canto coral na Paraíba. Já o diretor de marketing, maestro Daniel Berg disse que a APREC vem para conquistar benefícios e desenvolvimento mútuo para o canto coral dando suporte aos regentes oportunizando melhores condições de trabalho.

    Diante de tantas prioridades, os membros da diretoria estão engajados em promover ações que visem fortalecer o movimento, além de trabalharem para difundir e valorizar a profissão de regentes de coros. E desde já informam aos amantes do canto coral interessados no movimento é só acessar o e-mail associa.aprec@gmail.com que às informações serão repassadas.

    (Texto da assessoria)





    FOTOS E VÍDEOS DISPONÍVEISACESSE NOSSO INSTAGRAM

    FEPAC 2023 FOTOS E VÍDEOS | INSTAGRAM

    FEPAC 2022CLIQUE NO LINK

    FEPAC 2022 FOTOS E VÍDEOS | INSTAGRAM

    FEPAC 2022CLIQUE NO LINK

    FEPAC 2019 FOTOS E VÍDEOS | INSTAGRAM

    FEPAC 2019CLIQUE NO LINK

    FEPAC 2018Facebook

    FEPAC 201716 anos de sucesso

    FEPAC 2017Instagram

    FEPAC 201816 anos de sucesso







    Conheça João PessoaUma das cidades mais lindas do País

    Farol do Cabo BrancoPortal do Sol
    Extremo oriental das Américas

    Para começar o roteiro em João Pessoa, nada melhor do que ir ao Farol do Cabo Branco, um farol de formato triangular que simboliza o ponto mais oriental das Américas - a Ponta do Seixas, ou "Porta do Sol", como chamamos.

    Como chegar
    Centro Cultural São Francisco
    começou a ser construído em 1589

    O Centro Cultural São Francisco é um complexo que inclui a Igreja de São Francisco, o Convento de Santo Antônio, um Museu de Arte Sacra, além de algumas capelas - entre elas, a Capela Dourada. É um local muito interessante, que começou a ser construído em 1589, mas que só foi concluído em 1788.

    Como chegar
    Estação Cabo Branco – Ciência, cultura e Artes
    projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer

    Projetada por Oscar Niemeyer e inaugurada em 3 de julho de 2008. O local é um ótimo lugar para visitar. A vista do terraço da cobertura do local é belíssima, principalmente durante o por do sol. De lá é possível ver toda a orla de João Pessoa. No espaço você também encontrará esculturas, mostras culturais e exposições muito interessantes.

    Como chegar
    Hotel GloboHotel de alto padrão para época
    Construído em 1928

    O Hotel Globo, construído em 1928, foi um hotel de João Pessoa considerado de alto padrão para a época. Era um local visitado por pessoas da alta sociedade, que não apenas se hospedavam no lugar, como também o frequentavam para tomar o chá da tarde e admirar o pôr do sol no Rio Sanhauá.

    Como chegar
    Centro HistóricoLocal onde nasceu a cidade
    Fundada em 1586

    O conjunto arquitetônico de João Pessoa, fundada em 1585, merece no mínimo meio dia de passeio. A Praça João Pessoa, na chamada Cidade Alta, é boa dica para começar: ali estão o prédio do Tribunal de Justiça de 1865, o Palácio da Redenção de 1586, o antigo Paraíba Palace e muito mais.

    Como chegar
    TambaúPraia
    Praia de Tambaú

    Tambaú é uma praia brasileira do estado da Paraíba em João Pessoa. Com 8 km de extensão, é composta de areia batida e fina, com águas de cor verde-azuladas. Ë o ponto de partida a Picãozinho, ponto turístico de beleza natural.

    Como chegar
    Parque da LagoaCentro da Cidade
    Novo Parque da Lagoa

    O Parque Sólon de Lucena, também conhecido como "Lagoa", é um espaço público da cidade de João Pessoa, capital do estado brasileiro da Paraíba. Um dos principais símbolos da cidade, o parque situa-se no centro da capital paraibana e apresenta belos jardins e uma lagoa, ao centro, com um grande espelho d'água circular cercado por palmeiras-imperiais.

    Como chegar

    NOSSOS PARCEIROSSEJA UM PARCEIRO

    João PessoaFESTIVAL PARAIBANO DE COROS